AUTOMARES

Dicas para deixar seu carro um brinco

Dicas para deixar seu carro um brinco

On maio 16, 2016, Posted by , In Blog, With No Comments

Lavar o carro da forma correta não serve apenas deixar proprietário feliz. Mesmo aquele dono que prefere apenas dirigir por aí e não liga muito para a poeira e outras sujeiras, principalmente na lataria, deve tomar certos cuidados. Limpar o seu veículo evitará o aparecimento de riscos e manchas, algumas vezes irreversíveis.

Quer escapar do prejuízo de perder valor de mercado por conta da condição da sua lataria e ainda ter seu carango sempre bonito? Aprenda 6 dicas que vai garantir isso a você.

Cuidados para evitar riscos

As pequenas sujeiras na carroceria do seu carro são um dos principais causadores de riscos: Principalmente quando você tenta removê-las de maneira errada. Por isso um simples balde de água e um pano podem ser grandes vilões da pintura.

O correto é usar uma lavadora de alta pressão, pois o jato contribui para tirar a sujeira mais grossa. Depois disso, nunca aplicar um pano seco, mas sim um pano de algodão prensado (microfibra) ou esponja umedecida com shampoo automotivo diluído na água.

Se você passar um pano ensopado de produto de limpeza na soleira do carro e nas caixas das rodas, onde geralmente fica a sujeira mais pesada, evite reaproveitá-lo na lataria. A sujeira mais grossa desses locais fica presa no pano e pode causar riscos na pintura. O melhor mesmo é reservar uma bucha, que é mais resistente e remove o barro com maior eficiência.

E nem pensar em usar o mesmo pano para lavar a lataria e os pneus e rodas, locais de maior concentração de poeira e partículas que podem deixar marcas na pintura.Aplicadores para pneus funcionam melhor.

Ao terminar a lavagem, tenha uma toalha de microfibra para secar o carro, pois ela não solta fiapos. Automaticamente você proporciona brilho, pois boa parte dos shampoos que existem no mercado já possuem cera, e elimina as chances de surgir manchas ao fazer isso.

Tem piche ou asfalto?

No caso de limpar piche ou asfalto, querosene é o que melhor vai resolver. Mas como esse produto pode causar manchas irreversíveis, o melhor é agir com cautela. Nada de esfregar com força e não deixe o querosene secar no local onde foi passado.

Atente-se para diluir o querosene com um pouco de água e aplique a composição em uma pequena área onde está o piche ou asfalto. Veja se a sujeira sai facilmente. Se não der certo, vá dosando até chegar na fórmula do querosene puro. Enxágue bem para não deixar nenhuma “lembrança” da química, pois o risco de mancha é grande.

A ordem dos fatores altera o resultado

Existem duas pequenas regras na hora de lavar seu carro. A primeira é sempre ir por partes, por isso ao passar o shampoo no teto, por exemplo, logo enxágue. E assim vá lavando o restante, mas sempre ensaboando e, na sequência, jogando água. Desse modo você mantém a lataria sempre molhada, não deixa o produto de limpeza secar e garante melhor resultado. Mais do que nunca, não deixa a água correndo na hora de ensaboar o veículo. Evite o desperdício. A segunda regra é seguir a ordem do de cima para baixo. Ou seja, comece pelo teto e vá seguindo até as caixas de rodas.

Hora certa de lavar

“Quantas vezes devo lavar o carro?”, você pode se perguntar. A lavagem deve ser feita uma vez a cada quinze dias se você não é do tipo de motorista que pega muita rodovia e quase não anda em estrada de terra. Lembre-se que até mesmo as pequenas sujeiras causam problemas, e se houver lama é preciso redobrar a atenção, porque pode provocar ferrugem se ficar por muito tempo no veículo.

Se notou que é hora de dar um trato, nunca deixe para fazer isso sob o sol. Muito menos com a lataria quente. Ambas as situações são responsáveis por criar manchas no carro, tudo o que você não quer.

Lavando por dentro

O aspirador de pó é indispensável para começar o serviço interno. Até mesmo as dobradiças e a parte interna das portas devem ser aspiradas. Se seu carro tiver tapetes de borracha, o melhor é tirar o grosso com o aspirador e, depois, limpar com bucha ou esponja e shampoo. Nada de aplicar outro tipo de produto para deixá-los brilhando. Esteticamente pode ficar bonito, mas esse tipo de química só faz acumular mais poeira.

As peças de plástico ou couro do interior do carro devem ser limpas com cosméticos automotivos específicos. O silicone protege contra os raios solares, revitaliza a superfície e cria uma película contra a poeira. O pano para aplicar o produto deve ser macio, do mesmo tipo usado para a lataria. Nada de química com álcool, pois resseca o plástico.

Para estofados, o couro é um dos que exige mais atenção. Hidratantes garantem o brilho e renovam a textura. Para os de tecido ou vinil, pequenas manchas saem comlimpadores especiais, mas se a sujeira for grande e não sair, será preciso procurar um profissional especializado.

Nos vidros, o limpa-vidros e um pano garantem o resultado. Depois, um jornal amassado completa a limpeza. Se o seu carro tiver desembaçador traseiro, o melhor é evitar a aplicação de produtos químicos e esfregar com força para não danificar os filamentos elétricos. O pano levemente úmido e o jornal resolvem nestes casos.

Os plásticos cada vez mais bonitos

Os shampoos automotivos limpam bem tanto a lataria como as peças plásticas externas. Quem gosta de dar mais uma proteção para essas áreas, o mesmo silicone que garante o brilho interno também serve no exterior. Sua aplicação deve ser feita somente quando você finalizar a limpeza do lado de fora do seu carro e deixar tudo “sequinho”. Ele desempenha melhor resultado quando o plástico não está na cor do veículo. Se os para-choques, por exemplo, estão pintados, fique apenas com os shampoos.

Seguindo esses passos, você garantirá que a limpeza vai valorizar seu carro e não render riscos ou manchas. Caso você tenha lavado seu veículo recentemente e acabou riscando a lataria, vale a pena adquirir um produto que elimina esses problemas. Pequenos defeitos desaparecem com esse tipo de produto, que ainda proporciona ótimo acabamento.

Fonte: Tuning Parts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *